No âmbito da temática do Ambiente, a cidade de Estugarda acolheu a 2ª edição do Festival Mundial da Juventude da UNESCO.

 

Para esta 2ª edição, o município de Estugarda decidiu convidar cerca de 500 jovens de todo o mundo para concretizar o lema “Todos podemos fazer a diferença e proteger o Ambiente”, e a AJEC, enquanto parceiro especial da SJ (Stuttgarter Jugendhaus), foi convidada a seleccionar e levar 9 jovens de Portugal até aquela cidade alemã, de forma a participarem neste evento mundial de juventude, que decorreu entre os dias 13 e 19 de Julho de 2009.

 

De forma a participarem neste Festival dedicado à Juventude, os jovens, para além dos limites de idade como requisitos, apenas tinham de conhecer uma língua estrangeira que lhes permitisse melhor comunicar e interagir com os outros jovens, e preencher uma ficha de inscrição com os respectivos dados e os seus conhecimentos sobre a UNESCO.

 

Neste sentido, 9 jovens portugueses entre os 17 e 25 anos de idade, de todo o país, juntaram-se a esta iniciativa e partiram à aventura com o propósito de conhecerem pessoas da sua idade, de diferentes nacionalidades, e desfrutar de novas experiências.

 

De referir ainda que o grupo de jovens portugueses ficou alojado na Casa da Juventude de Hallschlag, uma das instalações da SJ, onde todos puderam desfrutar de boas condições para o seu repouso e lazer.

 

 

Os 9 jovens oriundos de Portugal, durante cerca de uma semana desenvolveram inúmeras actividades lúdicas e pedagógicas, que simultaneamente os fez interagir com muitos jovens de outros países, fazer novas amizades e participar em múltiplas e novas iniciativas de carácter desportivo e cultural.

 

Dentro destas actividades destacamos a participação de todos nas oficinas de trabalho temáticas relativas ao Ambiente. Depois do trabalho de debate em pequenos grupos, foram apresentados os respectivos resultados perante os colegas, quer nas oficinas de trabalho, quer no auditório principal perante todos os outros participantes.

 

 

 

 

 

O programa de actividades era extenso e variado. Foi de facto uma grande experiência para os jovens portugueses.

 

Todos adoraram a iniciativa, e demonstraram vontade em voltar a participar em eventos semelhantes. Desta forma os objectivos de maior proximidade e tolerância, e respectivas culturas.