O Projecto Inclusão e Diversidade na Educação (INDIE) – Formação de Tutores, a desenvolver em parceria com o British Council Portugal e com o Instituto Português da Juventude, no qual a AJEC está encarregue de fazer a formação dos jovens líderes e tutores que irão acompanhar e apoiar os seus colegas de escola, de nacionalidade não-portuguesa.

 

O projecto INDIE é um projecto pan-europeu promovido pelo British Council, e que tem como parceiros em Portugal, o Ministério da Educação, o Instituto Português da Juventude e a Associação Portuguesa de Professores de Inglês. Nele participam ainda cinco escolas do país.

 

O seu objectivo principal é promover a coesão social e elevar os padrões educativos em escolas culturalmente inclusivas, de forma a estabelecer padrões de melhores práticas para as escolas na Europa. Através deste processo, e onde for necessário, pretende-se alterar o espírito dos decisores políticos na área da educação e também dos dirigentes escolares.

 

O projecto INDIE, como tantas outras iniciativas sociais, promove a inclusão e a diversidade como objectivos a ser alcançados para a união e a fraternidade entre os povos. Difere, porém, na questão dos jovens serem os protagonistas de todo o desenvolvimento do processo, sendo ornados de responsabilidades e senso de liderança, capacidades essenciais para a prática da cidadania.

 

Neste sentido, surgiu o convite à AJEC para formar grupos de jovens lideres e tutores, já constituídos nas escolas envolvidas no projecto INDIE, com o propósito de dotar estes jovens de capacidades e instrumentos pedagógicos por forma a integrarem e incluírem os seus colegas estrangeiros.

 

A tutoria é um método muito utilizado para efectivar uma interacção pedagógica. Desta forma, espera-se que os tutores formados possam acompanhar e comunicar com os alvos das suas acções, entre outras coisas, o seu conhecimento e experiência, mas tendo sempre presente a importância da avaliação da eficiência das suas orientações, de modo a resolver problemas que possam ocorrer durante o processo.

 

A AJEC entende esta acção de tutoria como uma dinâmica colaborativa em que intervêm diferentes actores (alunos, docentes, formadores e encarregados de educação) com diferentes graus de implicação, de forma a resolver dificuldades de integração dos alunos, facilitar a sua integração na escola, e nos grupos-turma, e de atenuar eventuais situações de conflito.

 

Assim sendo, a AJEC definiu as seguintes bases para a formação destas acções de formação de tutoria:

 

- Capacitação – preparar os alunos para a sua própria auto-orientação e induzi-los, de forma progressiva, a criarem uma atitude para a tomada de decisões fundamentais e responsáveis sobre o presente e o futuro, quer na escola quer na vida social e profissional;

 

- Continuidade – apoio continuo, a ser disponibilizado ao longo dos diferentes níveis de escolaridade;

 

- Educação – tão importante a instrução dos alunos como a sua educação;

 

- Individualidade – atender às características específicas de cada aluno/colega;

 

- Envolvimento – dos diferentes actores, nomeadamente, família, comunidade e instituições que intervêm no processo educativo.

 

Com esta formação, pretende-se pois dar a possibilidade aos jovens líderes de receberem uma melhor capacitação para interagirem e apoiarem os seus colegas, no desenvolvimento de acções conjuntas para a promoção da inclusão cultural nas escolas, tornando assim todos os envolvidos, jovens tutores e colegas beneficiários, cidadãos mais activos e conscientes.

 

Pretende-se também que este projecto de formação e tutoria proporcione uma oportunidade para a troca de experiências, e para a consolidação de normas e melhores práticas, visando a criação de escolas culturalmente ricas e inclusivas.

 

Desta forma, ao logo do ano lectivo de 2008/2009 e 2009/2010, a AJEC irá percorrer algumas escolas associadas do projecto, nos distritos de Lisboa e Porto, como se encontra a fazer na Escola 2+3 D. Francisco Manuel de Melo, da Amadora, na Escola Secundária do Cerco, no Porto, e na Escola José Estevão, em Aveiro, com o propósito de formar os tutores e lideres que irão levar por diante os objectivos de inclusão e integração do projecto INDIE no seio das suas escolas.

 

Para este fim, a AJEC propõem-se a utilizar apresentações em PowerPoint e dinâmicas especificamente para o projecto e com o principal objectivo de estimular a participação dos jovens cidadãos na sociedade, esclarecendo e sensibilizando para as funções que se espera deles, e que efectivamente devem ser entendidos e postos em prática.

 

Espera-se, portanto, que os jovens líderes formados no âmbito deste projecto de tutoria, possam alargar com maior desenvoltura as suas vertentes cívicas, participando na comunidade escola com outros colegas, trazendo mais valias no contributo juvenil pela inclusão social.

 

Esta iniciativa tripartida culminará no final do ano lectivo de 2009/2010, depois de todos os jovens líderes e tutores terem sido formados, concluídas as suas funções e feita a avaliação dos resultados obtidos com o trabalho realizado pelos grupos de jovens participantes.