O Projecto Mais e Melhor Europa, já vem sendo realizado desde 2004, está a ter continuidade no ano lectivo de 2011-2012, com a previsão de seis meses de duração, no cenário das escolas e centros de juventude autárquicos, do distrito de Lisboa.

 

Esta iniciativa visa constituir-se como um projecto complementar e extracurricular ao programa de ensino oficial, e pretende, em cooperação com os parceiros locais, designadamente a Delegação Regional de Lisboa do Instituto Português da Juventude (IPJ) e a Universidade Lusíada de Lisboa, promover as questões relacionadas com a Educação para a Cidadania e, especificamente, com o processo de construção europeia, numa altura em que a União Europeia comemora mais de 50 anos de existência.

 

Desta forma a AJEC, consciente das lacunas informativas dos currículos escolares, e da incipiente informação e participação cívica dos jovens cidadãos neste âmbito do processo de construção e integração europeia, para não mencionar da sociedade portuguesa, gostaria de dar uma contribuição activa e personalizada para uma melhor compreensão dos direitos e deveres cívicos dos cidadãos, de forma a fomentar uma participação cívica mais activa e esclarecida nestas matérias.

 

O projecto “Mais e Melhor Europa” pretende, efectivamente, criar um elo de ligação entre os valores da cidadania europeia e as regras da convivência cívica, para um exercício em cidadania pleno e esclarecido por parte dos jovens cidadãos.

 

Para este efeito, estão a ser realizadas um conjunto de acções de formação e sensibilização cívica nas escolas, e outros espaços públicos.

 

As acções são traduzidas por sessões informais e interactivas, apoiadas em diversos materiais apelativos (como software didáctico, apresentações em PowerPoint e outra documentação informativa e pedagógica), com vista a formar os jovens cidadãos através da informação e da promoção da importância da União Europeia e os seus valores, sem esquecer as instâncias europeias e os desafios futuros como o alargamento, processos de integração e o papel dos cidadãos nos processos de tomada de decisões.

 

É pois um projecto que tem por objectivo principal apresentar e debater as questões relacionadas com temática da Integração Europeia, especificamente na vertente do universo juvenil e as suas implicações na sociedade.

 

A intenção deste projecto é implementar estas acções junto da população juvenil, quer em escolas ou outros estabelecimentos com interesse, com os seguintes objectivos:

 

1)   Informar sobre a participação cívica activa e responsável com melhor conhecimento dos direitos e deveres dos jovens cidadãos;

 

2)   Consciencializar para a importância do processo de construção e de integração europeia;

 

3)   Reconhecer a responsabilidade da sociedade portuguesa na formação das suas gerações mais novas;

 

4)   Promover e proteger a Democracia, as liberdades cívicas, uma cultura de tolerância e a defesa dos Direitos do Homem;

 

5)   Fomentar a realização de acções informativas e participadas nas próprias escolas organizadas pelos alunos;

 

6)   Suprimir lacunas do sistema educativo sobre uma maior intervenção e participação da juventude na sociedade de hoje;

 

7)   Estimular a participação de todos na persecução de um fim comum e enraizar a reflexão crítica, participada e responsável;

 

8)   Complementar a componente da participação cívica nos currículos escolares;

 

9)   Potenciar a integração de jovens recém-licenciados na vida profissional através do desenvolvimento de competências no domínio educacional.

 

O projecto está a mobilizar 3 colaboradores, com qualificações mínimas de licenciatura ou bacharelato, aos quais foi dada formação específica prévia sobre o cenário onde estão desenvolver a sua actividade, de forma a serem preparados adequadamente.

 

As sessões de esclarecimento cívico têm como suporte técnico a utilização de apresentações em PowerPoint produzidas pela associação, com objectivo de melhor transmitir os conteúdos em questão.

 

Pretende-se que as sessões terminem com um período que serve, ao mesmo tempo, para uma reflexão em conjunto e de debate de ideias sobre os temas focados.

 

O conteúdo da exposição oral é definido, tendo em consideração a idade do público-alvo e o nível do ensino frequentado.

 

Para que os objectivos do projecto possam ser alcançados de uma forma mais satisfatória, será importante:

 

(a) organizar uma equipa de colaboradores, que possam garantir o bom funcionamento das acções que se pretendem implementar afim de cumprir os fins propostos;

 

(b) poder exibir materiais didácticos e pedagógicos, que digam respeito a diferentes níveis de ensino e com a realidades encontradas;

 

(c) aumentar progressivamente o número de elementos adstritos ao projecto, de modo a permitir uma actuação mais dinâmica e estimular a participação de novos colaboradores como, por exemplo, jovens universitários recém-licenciados que poderão ter mais disponibilidade de investimento pessoal;

 

(d) garantir a flexibilidade na alteração dos objectivos iniciais do projecto para melhor adaptação com as crescentes exigências e novas realidades.

 

O projecto terminará com a conclusão final das actividades inerentes no final do ano lectivo de 2010-2011, apesar de estar prevista a respectiva continuidade no ano lectivo de 2011-2012, caso exista interesse das entidades patrocinadoras.

 

No entanto, pretende-se que algumas estruturas e meios técnicos, para além dos recursos humanos formados, possam continuar a remanescer muito para além da conclusão do projecto.

 

De referir ainda que durante o ano lectivo de 2010/2011, o projecto “Mais e Melhor Europa” foi implementado em 15 estabelecimentos públicos do distrito de Lisboa, entre os meses de Janeiro e Junho de 2011, tendo sido dinamizado por 3 colaboradores da AJEC, seleccionados e formados para esse efeito, com o auxílio da Universidade Lusíada.

 

Desta forma, o projecto percorreu os 15 estabelecimentos contactados, onde se realizaram 15 sessões de esclarecimento cívico, abrangendo um universo de 588 beneficiários, aos quais foram pedidas avaliações críticas sobre o conteúdo pedagógico e a respectiva forma de exposição.

 

As acções desenvolvidas foram previamente apresentadas às escolas e outros estabelecimentos através de um memorando explicativo do projecto, que a AJEC se encarregou de enviar.